Política

Servidores da Saúde podem ter adicional de insalubridade ampliado

Governo do Estado irá enviar proposta à Assembleia Legislativa

O governador Gladson Cameli anunciou nesta segunda-feira (20), que enviará para Assembleia Legislativa (Aleac), nesta semana, uma proposta de Projeto de Lei (PL) para ampliar em 100% o pagamento de adicional por insalubridade para os profissionais de saúde.

Ao todo, 3.583 servidores da Secretaria de Estado de Saúde (Sesacre) serão beneficiados.

Ele solicitou à Secretaria de Planejamento e Gestão (Seplag) e à Sesacre um estudo de impacto para que a Procuradoria-Geral do Estado possa elaborar o PL a ser encaminhado para o Poder Legislativo.

“Esses profissionais da área de saúde estão sendo verdadeiros heróis neste enfrentamento à crise do coronavírus. Por isso, nada mais justo do que este reconhecimento”, disse Cameli.

O secretário estadual de Saúde, Alysson Bestene, parabenizou a iniciativa do governador Gladson Cameli e enfatizou a importância de valorizar e cuidar dos servidores da saúde pública do estado.

“Eles estão expostos diariamente, dedicando suas vidas ao tratamento dos pacientes acometidos de coronavírus, e sem dúvida alguma necessitam deste reconhecimento”, comentou Bestene.

Com a aprovação do Projeto de Lei, serão beneficiados diversos profissionais como enfermeiros, psicólogos, assistentes sociais, terapeutas, farmacêuticos, motoristas, médicos, auxiliares de enfermagem, técnicos em radiologia, motoristas, agentes de saúde, biomédicos, bioquímicos, dentistas, nutricionistas, biólogos, fisioterapeutas, fonoaudiólogos, entre outros.