Política

Acre pretende armazenar vacina em frigorífico da Peixes da Amazônia

Serão guardadas cerca de 700 mil doses do imunizante

Como mais uma alternativa para armazenar as vacinas contra a covid-19, o Governo do Acre planeja utilizar o frigorífico da Peixes da Amazônia.

Gladson Cameli informou que só aguarda autorização do Governo Federal e da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e pretende antecipar a vacinação no Acre, para isso, começou a organizar a estrutura para receber as doses.

O secretário de Saúde, Alysson Bestene, e o secretário de Indústria, Ciência e Tecnologia, Anderson Lima, inspecionaram a indústria para saber como utilizá-la no plano estratégico de vacinação.

O frigorífico tem capacidade para manter a temperatura dos equipamentos até 30 graus negativos. Além disso, tem rede elétrica exclusiva e subestação própria, o que gera mais segurança para enfrentar possíveis apagões.

“Trouxemos toda nossa equipe técnica, juntamente com a equipe da Energisa, para verificarmos a viabilidade de fazer a ligação desse complexo, que atende as expectativas para receber as novas vacinas”, explicou Anderson Lima.

O Governo tem intenção de comprar entre 700 mil a um milhão de doses da vacina e o frigorífico seria o local mais amplo para o armazenamento e a distribuição para os municípios.

“O Estado já emitiu uma carta de intenção ao instituto Butantan, e hoje junto com secretário de indústria e tecnologia visitamos o frigorifico e notamos que o local possui toda a capacidade para receber as doses da vacina”, concluiu Alysson Bestene.