Fundação da MGM Resorts doa quase US$2 milhões para organizações de caridade

Muitas empresas criam a sua própria instituição de caridade para ajudar organizações sem fins lucrativos. Esse é o caso da gigante de hotelaria e hospedagem, MGM Resorts, cuja fundação repassou quase US$2 milhões em forma de 82 doações feitas para organizações sem fins lucrativos dos EUA, em comunidades onde a empresa opera.

A empresa é conhecida pelos seus resorts de luxo e cassinos integrados, onde hóspedes podem se divertir enquanto aproveitam as instalações, muitas das quais também são casas de eventos corporativos e shows. Apesar de não haver estabelecimentos da rede hoteleira com cassinos no Brasil, é possível visitar casas de jogatina virtuais como o cassino Bet365 Brasil, que tem jogos tradicionais, como roleta, máquinas caça-níqueis, jogos de mesa, e opções exclusivas. O cassino da Bet365 ainda oferece um bônus com rollover abaixo da média, um programa de recompensa e diversas promoções que são lançadas periodicamente para usuários.

 

Doação

A MGM Resorts Foundation contribuiu para instituições no sul de Nevada, Mississippi, Michigan, Nova York, Nova Jersey, área metropolitana de Washington DC, nordeste de Ohio e oeste de Massachusetts. As instituições que receberam financiamento prestam serviços de necessidades básicas, como moradia e alimentação, a moradores locais.

A Diretora Executiva de Engajamento Comunitário da MGM Resorts International, Maria Jose Gatti, falou sobre isso em um pronunciamento: “Ano após ano nos surpreendemos com a generosidade de nossos funcionários e agora hóspedes. Em 2022, os funcionários do grupo doaram para 82 organizações sem fins lucrativos que atendem as comunidades onde vivemos e trabalhamos”.

Os fundos doados foram repasses de contribuições feitas por funcionários e hóspedes do MGM Resorts ao Community Grant Fund. Já as decisões de concessão foram tomadas por comitês voluntários de funcionários da empresa que representavam as suas regiões, os Community Grant Councils.

“Em nome de nossos beneficiários, obrigado àqueles que doaram ao Community Grant Fund, fornecendo assistência vital às nossas comunidades, incluindo assistência médica, aconselhamento de saúde mental, alimentação e abrigo”, acrescentou Gatti.

A MGM Resorts Foundation foi fundada em 2002 para que funcionários da empresa pudessem fazer as suas contribuições para causas importantes de caridade. Em um comunicado, o grupo informou que desde o seu início, “a fundação arrecadou mais de US$ 100 milhões e apoiou mais de 1.500 organizações de caridade”.

A empresa também afirma que se mantém dedicada e comprometida em seu papel para fortalecer as comunidades onde se insere, assim como os seus meios de subsistência e resiliência. Para isso, ela continuará “desenvolvendo instituições sustentáveis, apoiando bons empregos, promovendo o desenvolvimento de habilidades da próxima geração e colaborando com o setor público, formuladores de políticas, educadores e organizações sem fins lucrativos”, de acordo com uma nota oficial publicada.

 

Casal é proibido de entrar em cassinos

E por falar em resorts e cassinos, recentemente um casal foi proibido pelo órgão de vigilância de jogos da Pensilvânia de entrar em cassinos no estado norte-americano. O caso ganhou visibilidade porque o casal de adultos foi acusado de deixar duas crianças, de um e seis anos, sozinhas em um quarto de hotel enquanto jogavam na casa de jogos do local.

Segundo a acusação da Polícia Estadual da Pensilvânia, o casal deixou as crianças sem vigilância por quase uma hora. Ambos os adultos, uma mãe e seu namorado, foram adicionados à lista de exclusão involuntária do estado – ou seja, estão proibidos de entrarem em cassinos localizados na Pensilvânia.

A penalidade foi aplicada pelo Conselho de Controle de Jogos da Pensilvânia (PGCB), que na mesma rodada de ações regulatórias aprovou um acordo resultando em uma multa de US$ 8.000 para um site de esportes de fantasia, No House Advantage. A multa foi aplicada por conta de uma mudança de controle na estrutura societária da empresa, que foi feita mas não foi comunicada aos agentes reguladores.

Comments are closed.