Início...

A câmara de vereadores de Rio Branco sob a presidência do vereador (Pastor), Manoel Marcos do PRB vai iniciar o trabalho legislativo observada com lentes de aumento. O fato de ter um vereador condenado é uma novidade que ninguém vai deixar passar batido. E, por falar nisso, seria interessante um pronunciamento do novo presidente sobre o assunto. Mas, o pastor foge desse assunto, como o diabo foge da cruz!

...tenso

Outro questionamento ao presidente da mesa diretora da Câmara de Vereadores é sobre a necessidade do poder cortar gastos. Hein, pastor? A Câmara precisa mesmo de 10 seguranças e 4 garçons em seus quadros?

E vai piorar

Os vereadores que se preparem para apanhar junto com o prefeito Marcus Alexandre (PT), porque a população não vai aceitar calada mais um reajuste nas passagens de ônibus urbanos. E não adianta o prefeito esconder o jogo, porque um empresário já confirmou que o pedido de reajuste está mesmo na mesa do prefeito.


Refém?

Que posiçãozinha miserável essa do prefeito. Compra briga com a população para beneficiar as empresas de ônibus. Joga a responsabilidade para a base de apoio dele na câmara de Vereadores, pouco importando o fato do preço da subserviência ser a derrota nas urnas. Mas, não se enganem. Vai ter reação. Se aumentar a tarifa, no meio dessa crise podem esperar um quebra quebra no terminal. Esse é o recado das ruas, antes mesmo do pedido ser enviado para a câmara.

Mulher Coragem

Aliás, a bem da verdade, é preciso resgatar a história de Yolanda Fleming, que foi a única política do estado com coragem para peitar os empresários do transporte coletivo. Vice prefeita de Jorge Kalume, assumiu a prefeitura quando Kalume assumiu uma cadeira no senado e não titubeou quando os empresários começaram a pressionar. De uma canetada, caçou a concessão das empresas e abriu licitação para outras. Que falta faz uma mulher no poder!

Futuro

Não se surpreendam se o futuro político do deputado federal Alan Rick (PRB) e o do ex deputado estadual Edvaldo de Souza passar pelo mesmo caminho. Alan terá que buscar um novo partido se quiser continuar sua carreira política. Uma dobradinha dessas, tem seu peso!

De flecha na mão

Prefeito de Marechal Tahaumaturgo, Isaque Pianco (PMDB), mostra que índio não tá pra brincadeira. Ao verificar que as portas da prefeitura estavam trancadas de modo a impedir o acesso dele, não titubeou -correu até a delegacia mais próxima e registrou um B.O. Em seguida, dizem que meteu o pé na porta e assumiu de fato.

Desastres

O governo Michel Temer, parece trazer o carimbo do desastre na própria pele. É uma besteira atrás da outra. Não bastou o fato de Temer esperar três para se pronunciar sobre a chacina no presídio de Manaus e ainda taxar o massacre de “acidente”, precisava no dia seguinte, o secretário Nacional da Juventude do PMDB declarar que “seria bom se acontecesse uma chacina por semana”? Ideias como essa para promover “limpeza”, foram vistas nos campos de concentração nazista. E a história não perdoou.

Read more...

Presídios...

O presídio Anísio Jobim de Manaus, onde ocorreu o massacre que exterminou cerca de 60 presos, tem capacidade para 590 presidiários,mas tinha na tarde do 1º dia do ano, mais que o dobro de sua capacidade. 1.800 presos estavam na cadeia quando o confronto entre facções começou. O presidente Temer usou a palavra “acidente”, para se referir ao massacre em pronunciamento à nação, na manhã desta quinta-feira. Pegou mal! Depois ele foi se explicar no twitter, mas, já era tarde.

...bombas

O presídio Anísio Jobim, foi inaugurado em 1999 e em 2014, foi entregue para a iniciativa privada. A Umanizare recebeu R$ 137 milhões para administrar o presídio. Contratou prestadores de serviço para a função de agentes penitenciários. No dia do massacre, haviam 153 agentes,embora pelo contrato deveriam estar trabalhando 250. Como a empresa recebe por presos, coloca o mínimo de trabalhadores não qualificados e o máximo de presos, para garantir seu lucro. O resultado é o encarceramento em massa, condições aviltantes para os presos e salários degradantes para os funcionários. O resultado não poderia ser diferente.

Contramão

O Brasil segue na contramão de seu chefe, os EUA. O “Grande Irmão do Norte”, iniciou recentemente um processo de estatização do sistema prisional. Aqui, o projeto 513/2011 de autoria do atual presidente do senado, Renan Calheiros (PMDB), prevê a privatização das penitenciárias. Nunca é demais perceber que quando o sapato aperta o calo das “terceirizadas” é nas estatais que encontram conforto. Após a rebelião em Manaus,por exemplo, 130 presos foram transferidos para a cadeia pública Raimundo Vidal, que estava desativada.

Resposta

Em resposta ao ocorrido no presídio Anísio Jobim (AM), o PCC, fez circular uma “Nota Oficial” prometendo reação contra a as facções rivais. Como eles dizem que precisam se capitalizar, preparem-se para a onda de assaltos que deve iniciar em breve. Valha-nos Nossa Senhora da Algema Prateada!

Outro lado...

Enquanto isso o Eduardo Cunha (PMDB), entra com uma ação no STF, pedindo para que o mandato que ele tinha, lhe fosse devolvido. Como Assim? E eu pensando que ... Deixa pra lá! Creio que uma boa saída, seria mandar esses tipos como o Cunha para presídios administrados pela Umanizare, rs.

...da moeda

E o Rodrigo Maia (DEM) ficou com o cargo do Cunha, com a casa do Cunha e com a fama do Cunha. Bem, nem tanto, mas, já já, chega lá. O golpe que ele está dando no regimento interno com o apoio da esquerda (vôte!), vai garantir a semelhança. Maia não poderia jamais concorrer a reeleição da presidência da Mesa Diretora porque o Regimento Interno diz que presidente interino não tem direito a reeleição. Aí, ele se juntou ao PT, PDT, PCdoB, PSOL e REDE e se lançou.

Cachimbo da Paz

A cena mais linda da semana para os funcionários da educação foi a imagem da presidente do Sinteac, Rosana Nascimento, sentada ao lado da presidente do Sinproacre, Alcilene Gurgel, na reunião para criar o Comitê Acreano de Combate à PEC da Previdência. Nada como ir para o buraco juntas, para obrigar as adversárias a fumar o cahimbo da paz.

Tirando...

A coluna tira o chapéu para o deputado federal Moisés Diniz (PCdoB), que honra o mandato. Em pleno recesso, quando os outros deputados sumiram do mapa do Acre, Diniz cumpre uma agenda atrás da outra, levantando bandeiras como reação contra a reforma da previdência e em defesa da agência do BB da Estação Experimental. E, para o deputado Werles Rocha (PSDB), que também aproveita o recesso para tomar pé da realidade do estado e visitar as bases.

...o chapéu

Tira também para o deputado Raimundinho da Saúde, que dos parlamentares estaduais, foi o único a permanecer no estado, enquanto os outros “pegam um bronze” nas praias do nordeste. Raimundinho é visto todos os dias na Assembleia Legislativa e no gabinete dele, na Baixada da Sobral, resolvendo problemas e ouvindo a população. Rotina que provoca a ira dos adversários que buscam jogá-lo na vala comum do descompromisso.

Comprove

Para quem quiser comprovar é só ligar para um deputado. Ganha um boi se for atendido. Ou, passar um whatsapp. Ganha dois bois se tiver a mensagem visualizada... ganha 3 bois se obtiver resposta. O único a atender telefone é Raimundinho...

Read more...

Martelo batido

A candidatura do coronel Ulisses a uma vaga no parlamento estadual, pelo PSDB, não é mais uma probabilidade. É uma certeza! Apesar de Ulisses ter um percentual de apoio na tropa, inferior ao do antecessor dele, Werles Rocha, é o suficiente para elegê-lo. Com a candidatura do coronel a deputado, e de Rocha para o senado, as atenções do partido se voltam para Luiz Gonzaga. O PSDB o quer como deputado federal, mas, Gonzaguinha, mais interessado na evolução espiritual não está muito interessado em assumir esse desafio.

Piadas de caserna

Anta Bronzeada e Super Ego,seu amigo, são os apelidos que a tropa deu a dois de seus mais visados graduados. Um, continua servil. O outro, chutou o pau da barraca. Mas, têm em comum o fato de um ter casado com a mulher do outro. Fato este,que está na origem da disputa entre os dois e no centro das principais brincadeiras da tropa. Claro, que pelas costas dos dois, que ninguém é louco de afrontar, rss.

É Rodrigo

Rodrigo Maia do DEM é a mais nova referência do PT, PCdoB, PSOL e REDE que se preparam para descarregar seus votos na reeleição do atual presidente. Não pense entretanto que pode se tratar de uma guinada ideológica. É que as alternativas que se apresentam são tão acintosas que esses partidos se vêem obrigados a votar no candidato do DEM, para tirar as chances de Jovair Arantes do PTB, o relator do impeachment de Dilma.

Tábua de salvação

Rodrigo Maia, já acertou com os partidos mais progressistas que dará um jeito de retirar a Cláusula de Barreira, da Reforma Política que será votada na Câmara dos Deputados. Essa cláusula provocaria a extinção de partidos como o PCdoB, PSOL e REDE. Por isso os “progressistas” estão de corpo e alma na campanha de Maia.

Do contra

O deputado Werles Rocha (PSDB), vice-líder do governo na Câmara dos Deputados, não tem papas na língua. Ele ocupou a tribuna, numa das últimas sessões, antes do recesso para dizer em alto e bom tom que não vai votar a favor da Reforma da Previdência, proposta que é a menina dos olhos do presidente Temer. O brilho dos olhos dos parlamentares da oposição agora se enchem de coraçõezinhos quando olham para Tucano, rs.

Maldade

Existem sérias desconfianças que um determinado secretário de estado esteja por trás da nota assinada por um procurador do Ministério Público do Trabalho contra o deputado Raimundinho da Saúde. A coisa é tão evidente, que nem bem uma reportagem sobre o Hospital do Câncer foi publicada, já chegou a nota. Como diz o parlamentar- “ Na luta contra o câncer não deveria haver espaço para disputa de vaidades”. Concordo! Em vez de disputarem holofotes, deveriam unir esforços. É isso que se espera de instituições sérias!

Read more...

Pagina 4 de 85

agazeta logotipoAv. Antônio da Rocha Viana, 1.559
Vila Ivonete - Cep. 69.914-610
Rio Branco - Acre
Tel.: (68) 2106-3050
Fax: (68) 2106-3081

Fique Conectado